Criança estressada tem menor desempenho na escola. Entenda por que

Criança estressada tem menor desempenho na escola. Entenda por que

Postado em:
Blog - Doce Leitura
- 29/10/2018 14:27:27

Sim, criança também tem estresse. Nós, adultos, temos o costume de achar que quando se trata de criança as reações emocionais são sempre pirraça, teimosia ou até mesmo frescura. No entanto, as crianças são emocionalmente sensíveis e qualquer problema no ambiente familiar ou escolar pode causar atrasos no desempenho escolar do pequeno. Isso é cientificamente comprovado. Neste contexto, pais e professores tem um papel primordial para que essa criança consiga superar as suas dificuldades para se desenvolver na escola. Acompanhe este post e descubra como.

Efeitos do estresse no cérebro

Ao receber estímulos de estresse no cérebro, o organismo libera uma série hormônios como o cortisol. Este conjunto de reações causa uma elevação do estado de alerta e nos sentimentos de ansiedade, prejudicando a capacidade de aprendizado. Pense da seguinte maneira, você conseguiria realizar um cálculo de cabeça se tivesse um leão correndo atrás de você? Ocorre o mesmo com as crianças, pois ela possui toda a sua atenção voltada para aquilo que a aflige.

Efeito do estresse nas crianças menores

As crianças mais novas são ainda mais sensíveis aos efeitos do estresse. Uma criança exposta ao estresse agudo e crônico tende a apresentar menos autocontrole e possui mais dificuldades de atenção. Os efeitos dos traumas ocorridos neste período da vida da criança tendem a se estender pela vida adulta, sendo necessário um acompanhamento profissional.

Sinais de alerta

Para identificar sinais de estresse na criança, os pais e a comunidade escolar precisam ficar atendos aos sinais. Um sintoma claro é sem dúvida o isolamento. A criança se sente deslocada e com grandes dificuldades de se relacionar. Outro sinal evidente é o choro gratuito. Nem mesmo a criança consegue definir ao certo por que está chorando. O estresse também é frequentemente expressado na forma de agressividade. Uma criança ou adolescente agressivo pode estar passando por problemas emocionais sérios. Tratar esses problemas pode ajudar a manter a paz dentro da sala de aula, evitando inclusive ataques físicos. Esquecimentos frequentes também podem estar relacionados ao estresse. Fique atento também a sintomas relativos a insônia, dor de cabeça, dor de barriga, dificuldade de concentração, perda de apetite ou apetite de mais.

Como reduzir o estresse

A primeira coisa a se fazer e descobrir o que pode estar causando o estresse na criança. Os motivos podem ser vários, divórcio dos pais, morte de familiares, amigos, casos de bullying ou até mesmo abusos. Para descobrir o que pode estar causando estresse na criança, torna-se necessário contar com todos que estão a sua volta. Se necessário, busque auxílio profissional. Esteja sempre aberto ao diálogo e mostre à criança que ela pode contar com você, nestas horas, carinho é essencial.

Acompanhamento pedagógico especial

Se a criança esta passando por problemas emocionais e está com dificuldades de aprendizado, o professor não pode exigir dela o mesmo desempenho dos demais. Até porque a cobrança excessiva pode causa frustração e ampliar o quadro de estresse. Com a ajuda dos familiares e psicólogos você pode ajudar a criança a sair do quadro de ansiedade, desta forma a melhora na escola será consequência da melhora emocional.

Categorias

Fique informado!

+ Posts

Saiba quais são os tipos de ciúmes de irmão e como evitá-los
Saiba quais são os tipos de ciúmes de irmão e como evitá-los
Como identificar características da deficiência auditiva e da surdez
Como identificar características da deficiência auditiva e da surdez
Saiba como cuidar do umbigo do bebê recém-nascido
Saiba como cuidar do umbigo do bebê recém-nascido
6 dicas especiais  para grávidas de primeira viagem
6 dicas especiais para grávidas de primeira viagem
Saiba quais são os sintomas de autismo em crianças
Saiba quais são os sintomas de autismo em crianças