Entenda a idade dos porquês e saiba como agir nesta hora

Entenda a idade dos porquês e saiba como agir nesta hora

Postado em:
Blog - Doce Leitura
- 19/12/2018 16:34:26

A idade dos porquês é linda, cansativa e nos deixa, muitas vezes, sem jeito e sem respostas. Ao mesmo tempo, é maravilhoso ver os pequenos se desenvolvendo, cheio de curiosidades e com o olhar brilhante e atento a tudo o que acontece à sua volta.
São tantas perguntas que às vezes nos falta tempo e paciência para responder. No entanto, esse é um período importante no desenvolvimento da criança que deve ser respeitado. Todas as perguntas devem ser respondidas de forma clara, objetiva e sem mentiras ou fantasias. Acompanhe este post e entenda um pouco mais! 

A construção da identidade

O aprendizado de uma criança ocorre desde o seu nascimento. Antes mesmo de começar a falar, a criança já possui curiosidades sobre tudo o que observa. Quando ela começa a se expressar ela tem a oportunidade de perguntar tudo aquilo que queria.
A idade dos porquês começa por volta dos 3 anos e à medida que vai se desenvolvendo e crescendo as perguntas vão ficando mais frequentes e profundas. As crianças simplesmente questionam quase tudo o que querem compreender. Segundo os pesquisadores é neste período que a criança desenvolve a capacidade de criar imagens mentais sem que o objeto esteja presente.

Um olhar atento a tudo

É na idade dos porquês a criança começa a observar e sentir os estímulos e isso vai muito além da sua compreensão. Ela percebe a si mesma, aos outros e as as regras regidas pelas coisas à sua volta e quer entender como tudo isso se encaixa. Para compreender tudo isso a criança conta com o apoio do adulto em quem ela mais confia seja pai, mãe, tios ou parentes mais próximos.

Na música e na vida

A cantora e compositora Paula Toller vivenciou a experiência dos porquês com seu filho Gabriel e foi tão marcante que registrou tudo isso em uma canção realmente linda e tocante. Confira essa versão interpretada por Adriana Calcanhotto.
https://youtu.be/6GTAcoouQsI

Responder é importante

Em meio a tantas perguntas é normal que haja impaciência ou falta de tempo para dar à devida atenção a criança, mas é preciso pensar que você faz parte de um momento importante para ela. Por isso, respire fundo e elabore uma resposta clara, sem rodeios e baseada na verdade. Se você não souber responder diga a ela que você vai procurar a resposta e que depois explica tudo.
E lembre-se de realmente fazer isso para que ela não fique sem resposta. Irritar-se com a criança ou mesmo menosprezar a sua curiosidade pode fazê-la se sentir desvalorizada e pode até mesmo fazer com que ela perca a vontade de descobrir as coisas. Não permita que o medo e a insegurança paralisem o seu processo de aprendizagem.

Dicas para auxiliar os pais nas respostas

Em meio à impaciência, se coloque no lugar da criança e descubra como gostaria de ser tratado nesta hora. Com certeza você chegará à conclusão que uma resposta regada à muito carinho e atenção será a melhor escolha.
Dê respostas adequadas à idade ou maturidade da criança. Não lhe trate como adulta com termos e temas pesados demais para ela e não a infantilize demais contando histórias fantasiosas. Respeite o tempo de cada criança.

Categorias

Fique informado!

+ Posts

Entenda as fases do desenvolvimento infantil e sua importância
Entenda as fases do desenvolvimento infantil e sua importância
5 dicas para fazer uma viagem com crianças sem dores de cabeça
5 dicas para fazer uma viagem com crianças sem dores de cabeça
Saiba como escolher o melhor presente para criança
Saiba como escolher o melhor presente para criança
Nota de esclarecimento - Direito de resposta
Nota de esclarecimento - Direito de resposta
Conheça 5 desafios na educação de gêmeos e saiba como superá-los
Conheça 5 desafios na educação de gêmeos e saiba como superá-los