Como jogos para crianças de três anos podem ajudar no aprendizado

Como jogos para crianças de três anos podem ajudar no aprendizado

Postado em:
Blog - Educação Infantil
- 30/05/2018 18:01:48

Aprender faz parte da rotina de toda criança que tem uma capacidade gigantesca de absorção e de geração de conteúdo. No processo de educação, estimular alguns pensamentos pode aumentar a capacidade de absorção de informação de uma criança.

No artigo a seguir, vamos destacar os jogos para crianças de três anos como uma maneira lúdica de encantar e ampliar os horizontes dos pequenos. Aprender pode ser divertido, muito natural e espontâneo, sem ser associado a espaços ou momentos específicos.

A seguir, leia mais sobre o assunto.

Os jogos para crianças de três anos podem mesmo ensinar alguma coisa?

Não só podem como certamente vão ensinar muito às crianças. Os jogos são lúdicos, divertidos, trazem o conforto emocional de se estar cercado de pessoas queridas e também colocam as crianças diante de desafios. Jogando, elas são estimuladas a raciocinar, criar estratégias, a perceber riscos, a usar a imaginação e afins. Ela é apresentada a um mundo de situações cheia de lições preciosas para a formação de uma pessoa.

Já há muito tempo, os jogos são inseridos nas aulas de matemática, uma vez que a lógica é o elemento que salta aos olhos nessa matéria. O uso de jogos em diversas áreas do aprendizado possibilita o exercício da memória, da qualificação, da associação, etc. Além de proporcionar situações pedagógicas que, sem pressionar a criança com a “obrigação de aprender”, ajudam no desenvolvimento de suas habilidades.

Alguns jogos que podem fazer a alegria da família

“O jogo é uma atividade estruturada, parte de um princípio de regras claras, de fácil entendimento". (KISHIMOTO 2011, p. 15)
Os jogos para crianças de três anos podem ser de simples logística e mesmo assim, gerar grandes resultados. Para tanto, é fundamental que esses jogos sejam escolhidos com atenção à idade do público-alvo. Escolhas ruins, podem gerar frustrações e desinteresse na criança, causando assim o efeito contrário que buscamos.
Por exemplo, o jogo de memória faz com que a criança associe figuras iguais, se lembre e aponte onde está o par, apesar de só se ter visto a outra figura uma única vez. Esse jogo estimula bastante a capacidade de assimilação de imagens. Já o boliche auxilia no desenvolvimento da coordenação motora e do equilíbrio, em função da concentração aliada aos movimentos necessários para se lançar a bola. Jogos com percursos a serem percorridos, histórias e atividades físicas são uma farra! Esses jogos são ideias porque além de criativos são interativos.


Jogar por jogar não basta!

Para que a criança absorva a experiência da melhor maneira possível, é importante que todos estejam verdadeiramente envolvidos com a brincadeira e que queiram se divertir juntos. É importante que haja paciência para explicar, começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias para que a criança compreenda as regras e como jogar.

Nada de demonstrar vontade de deixar a brincadeira e muito menos de dar a entender que a criança não está atendendo às expectativas dos adultos. Qualquer resultado colhido é positivo e pode sempre melhorar, a partir do treinamento e do condicionamento. Por isso, sempre estimule seus pequenos e aproveite dos jogos para passar bom tempo em família.

Categorias

Fique informado!

+ Posts

Saiba quais são os tipos de ciúmes de irmão e como evitá-los
Saiba quais são os tipos de ciúmes de irmão e como evitá-los
Como identificar características da deficiência auditiva e da surdez
Como identificar características da deficiência auditiva e da surdez
Saiba como cuidar do umbigo do bebê recém-nascido
Saiba como cuidar do umbigo do bebê recém-nascido
6 dicas especiais  para grávidas de primeira viagem
6 dicas especiais para grávidas de primeira viagem
Criança estressada tem menor desempenho na escola. Entenda por que
Criança estressada tem menor desempenho na escola. Entenda por que